Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Rondônia

Greve - Governador manda cortar pontos de funcionários

Publicado em - 28/05/2013 - 13:42:17
386

 As três categorias em greve na Polícia Civil de Rondônia decidiram nesta terça-feira manter a paralisação pelo cumprimento de acordos não realizados. O movimento, iniciado no último dia 16 foi considerada ilegal em decisão monocrática do desembargador Oudivanil de Marin, que determinou a cessação da greve com o retorno das categorias paralisadas, sob pena de aplicação de multa de R$ 50 mil por dia. Em assembleias conjuntas, peritos criminais, delegados e agentes policiais mantiveram o movimento com intensificação dos protestos, pelo menos até decisão do ministro Dias Toffoli, do STF, que relata recurso impetrado pelo Sinsepol, Sinpec e Sindepro. No meio das assembleias os servidores foram informados que o Governo decidira cortar o ponto dos grevistas, prática que já estaria acontecendo no Poder Judiciário, com funcionalismo também parado.

Os servidores da Polícia se sentem enganados pelo Governo, que fez alterações no Plano de Cargos e Salários (PCCR), mas com sérios prejuízos a todas as categorias, que tiveram redução gradual de vencimentos. Segundo representantes do Executivo, as alterações nos vencimentos são adequações a previsão da Constituição Federal, o que é rebatido pelos sindicalistas.

Matéria: rondoniagora
Fotos: rondoniagora

capa imagem 1

Veja também

Publicidades