Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Mirante da serra

Com bala alojada, jovem atingida por bando em RO pode ficar sem andar

Publicado em - 11/06/2013 - 22:27:37
302

Bala atingiu rim e está alojada na coluna de Pâmela da Cunha, de 17 anos.

Jovem foi atingida durante fuga de bando que explodiu caixas eletrônicos.

A vítima atingida durante a fuga do bando que explodiu caixas eletrônicos em uma agência do Banco do Brasil, em Mirante da Serra na noite desta segunda-feira, foi identificada como Pâmela Oliveira da Cunha, de 17 anos, que mora no distrito de Jacy-Paraná, a 80 quilômetros de Porto Velho. De acordo com o cirurgião geral que atendeu a jovem, a bala atingiu o rim esquerdo de Pâmela, que teve que ser retirado, e está alojada na coluna, o que tem causado paralisia dos membros inferiores. A paciente foi transferida para Porto Velho, onde deverá ser avaliada por um neurocirurgião para uma nova cirurgia.ante fuga de bando que explodiu caixas eletrônicos.

 

Jaíder Evangelista da Silva é amigo da família e esteve com Pâmela no Hospital, ele conta que a jovem está consciente e lúcida. “Ela não pode falar muito, mas está sã e reconheceu todo mundo”, conta Silva, que, assim como a família, seguiu para Mirante da Serra na última sexta-feira (7) para acompanhar o casamento de uma prima da família. O retorno para Jacy-Paraná estava previsto para esta terça-feira (11).

 

À polícia, Marilza da Cunha, mãe da vítima, contou que ela, o esposo e as duas filhas passavam próximo ao local, quando avistaram vários homens de preto saindo da agência do Banco do Brasil e, ao ouvirem os disparos, notaram se tratar de um assalto. O marido de Marilza, Valdnei da cunha, tentou dar a marcha ré no veículo, foi quando Pâmela e a irmã, de 14 anos, que estavam no banco de trás, disseram terem sido atingidas.

 

Valdnei seguiu então para o hospital municipal de Ji-Paraná.  A irmã mais nova foi atingida de leve na região das costelas, recebeu curativo e teve alta. Pâmela foi encaminhada para cirurgia em estado critico. O rim atingido foi totalmente destruído e teve que ser retirado, entretanto, de acordo com o cirurgião Tiago de Lima, a bala está alojada na coluna e a jovem deverá ser submetida a um novo procedimento para retirada. Como não há neurocirurgião na cidade, ela foi encaminhada para o Pronto-Socorro João Paulo II, em Porto Velho, por volta das 16h (horário local) desta terça.

 

Ação dos bandidos
De acordo com a polícia, um bando formado por oito criminosos explodiu vários caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil, em Mirante da Serra (RO), a cerca de 400 quilômetros a noroeste de Porto Velho, por volta das 21h desta segunda-feira (10). De acordo com a polícia, o veículo da família de Pâmela foi atingido quando os bandidos saíram da agencia e comemoravam a ação disparando tiros para o alto

Momentos antes da ação, a quadrilha teria invadido um hotel da cidade, fazendo vários hóspedes e o dono do estabelecimento como reféns. Duas caminhonetes foram roubadas e utilizadas na ação no banco e na fuga do bando.

Na fuga, houve troca de tiros com a polícia e duas viaturas foram atingidas, mas não houve policiais feridos. O bando seguiu pela Linha C-40, que dá acesso ao município de Urupá. Um dos veículos foi abandonado e incendiado pelos bandidos próximo a uma ponte sobre o Rio Azul ainda durante a noite. No final da manhã desta terça o segundo veículo foi localizado e os reféns libertados, mas a policia não informou o número exato ou se alguém foi ferido.

As investigações estão sendo conduzidas pela delegacia de Mirante da Serra e, até a tarde desta terça-feira, nenhum suspeito foi identificado. As testemunhas ainda estão sendo ouvidas.

Matéria: g1
Fotos: g1

capa imagem 1 imagem 2

Veja também

Publicidades