Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Urupá

Atenção população ... Cuidado!!! Fechem suas casas e comércios, já estão em liberdade Filipinho, Saulinho e Marcelão

Publicado em - 14/06/2013 - 09:46:57
489

Já estão em liberdade Marcelo Gonçalves Linhares "MARCELÃO", Filipe Gonçalves "FILIPINHO" e Jorge Luiz Ferreira da Silva "SAULINHO".

 

os três haviam sido presos no dia 12/04/2013 após furtarem um comércio no centro de Urupá, relembre o caso aqui (http://www.urupa190.com.br/noticia-completa.php?id_noticias=1), em seguida a juíz expdiu mandado de prisão para os três.

 

Na sua decisão a juíza informou que, todos são réu primários exceto "MARCELÃO", e que não subsitem mais os requisitos para manterem eles presos, bem como se caso fossem condenados a pena seria diferente do que eles estavam cumprindo agora, a juíza informou que eles estão presos a exatamente 60 dias e que até agora não foi iniciado a instrução processual.

ATENÇÃO A JUÍZA APLICOU CONDIÇÕES PARA TODOS EM TROCA DA LIBERDADE, E ELES DEVERÃO OBRIGATÓRIAMENTE CUMPRIR TODOS OS REQUISOTOS ABAIXO:

 

CASO VOCÊ VEJA QUALQUER UM DELES DESCUMPRINDO ALGUMAS MEDIDAS DESTAS, LIGUE IMEDIATAMENTE PARA O TELEFONE 190 OU 9299-8674, ELES PODERÃO SER PRESOS NOVAMENTE POR DESCUMPRIREM OS REQUISITO DA LIBERDADE CONDICIONAL.

 

a) comparecimento em juízo todas as vezes que isso for

determinado;

b) comunicação a este juízo acerca de qualquer alteração de

endereço;

c) recolhimento domiciliar após às 19 horas e em período integral

nos feriados e dias de folga;

d) proibição de frequentar locais onde sejam desenvolvidas

atividades ilícitas, bocas de fumo, casas de tavolagem, bares, boates e locais onde sejam

comercializados bebidas alcoólicas.

Consigno que a liberdade do custodiado Felipe, além das

condições acima descritas, ficará condicionada à comprovação nos autos, no prazo de 30

dias, de sua internação em clínica de recuperação para dependentes químicos.

 

Confira na íntegra sua decisão

 

Matéria: urupa190
Fotos: urupa190

capa imagem 1 imagem 2 imagem 3 imagem 4 imagem 5

Veja também

Publicidades