Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Ouro Preto do Oeste

Urupaense é preso em Ouro Preto praticando assalto

Publicado em - 26/10/2016 - 10:35:08
4120

A Polícia Militar prendeu na noite de terça-feira (25) Douglas Clementino de Santana, 24 anos, egresso da cidade de Urupá com inúmeras passagens pela polícia, e um adolescente de 16 anos, no momento que eles circulavam pela cidade procurando vítimas para praticarem roubo. 

A dupla resistiu à prisão. O menor fez menção de sacar a arma que carregava na cintura, mas eles foram imobilizados e algemados. A dupla foi monitorada a partir do Bairro Jardim Aeroporto pela guarnição descaracterizada do serviço velado (P-2), que pediu auxílio para as viaturas de serviço e fizeram o cerco na Rua Dom Pedro II. O 3º sargento PM Chagas e o soldado Jean Carlos realizaram a primeira interceptação.

Com os suspeitos, a PM apreendeu uma motocicleta Honda Titan de cor prata, placa NJS-1239-Ariquemes, e uma minipistola de fabricação caseira de disparo único. Douglas ficou preso por porte de arma, porém o adolescente foi liberado ainda de madrugada.

A dupla confessou ter praticado três roubos, mas a polícia acredita que eles, com outros comparsas, sejam autores de ao menos uma dezena de crimes que ocorreram recentemente. Douglas afirmou que é autor do roubo de celular da vítima Nilza de Jesus Fermiano, na segunda-feira, em frente ao antigo Posto do Nero e do roubo contra Crislaine Pereira Bossamai na mesma noite na Rua Santos Dumont; ele confessou ainda ter praticado o roubo contra dois adolescentes na noite de sábado próximo à Rádio Rondônia FM. 

A Polícia Militar e a Polícia Civil realizaram diligências na noite de quarta-feira, em razão do roubo a Agência dos Correios ocorrido no final da tarde, e a operação de prisão de Douglas e do menor contou com a participação do capitão PM Bruno Costa, comandante da 3ª Cia OPO, e o delegado Júlio Cezar de Souza Ferreira também compareceu ao local do fato.

Douglas Clementino que ficou conhecido por aprontar o terror na cidade de Urupá disse a reportagem que é viciado em crack e que, com ajuda de um amigo, “Gustavo”, vendeu apenas um dos celulares roubados para comprar droga. “Só peguei (o celular) de um ‘corre’, eu vendi e peguei o dinheiro e comprei crack. O Gustavo tinha um primo que queria um celular e me ajudou a vender”, afirmou o ladrão. 

Douglas e o menor se contradizem, um acusa o outro e a polícia espera que, com a veiculação da imagem dos criminosos, mais vítimas possam reconhecê-los e comparecer à Delegacia Civil para elucidação de outros roubos ocorridos recentemente.

Matéria: Rondoniagora
Fotos: Rondoniagora

capa

Veja também

Publicidades