Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Porto Velho

Dois presos morrem e 12 ficam feridos em motim na Penitenciária Ênio Pinheiro em PVH, Confira o vídeo, imagens fortes

Publicado em - 15/05/2017 - 15:22:04
2358

Dois detentos morreram e 12 ficaram feridos no motim ocorrido na Penitenciária Estadual Ênio dos Santos Pinheiro ocorrido no último sábado (13) em Porto Velho. A confirmação foi dada pela Secretaria Estadual de Justiça na manhã desta segunda-feira (15).

Segundo a assessoria do Hospital de Pronto Socorro João Paulo II, para onde os feridos foram levados, seis permanecem internados em observação.
O motim aconteceu no último sábado (13) quando apenados atearam fogo em colchões dentro da penitenciária.

O Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) foi chamado para conter o princípio de rebelião na unidade prisional.

O início do motim foi por volta das 17h e, poucas horas depois, os presos já haviam sido contidos.

A assessoria do Hospital João Paulo II informou que 14 apenados foram encaminhados para a unidade de saúde, sendo que três passaram por cirurgia e estão estáveis, três estão em observação, e todos os outros receberam atendimento e voltaram para o presídio no mesmo dia.


Morte no Urso Branco
Um jovem de 22 anos foi morto dentro da Casa de Detenção José Mário Alves da Silva, conhecida como Urso Branco, na manhã de sábado (13) em Porto Velho. Segundo o boletim de ocorrência, uma denúncia anônima informou a um agente penitenciário que havia um corpo dentro do presídio e que um vídeo circulava pelas rede sociais mostrando o fato.
A Delegacia Especializada em delitos cometidos no Sistema Penitenciário (DEDCSP) informou por meio da Sejus, que o apenado foi morto por conta da rivalidade entre facções, segundo as investigações.

Sobre a SEJUS e a falta de valorização e efetivo

“Somos nós que passamos as noites de maior tensão acordados e vigilantes, em situações diversas de motins e rebeliões e lidamos com criminosos de todos os níveis de periculosidade, enfrentando os braços do crime organizado dentro dos presídios”, desabafou um servidor que não quis se identificar.

HERÓIS

“A informação que chegou à imprensa é que as forças de segurança mantém o controle da situação no Ênio Pinheiro. Mas, a realidade é outra. Se não fosse a coragem dos agentes e do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (GAPE), haveria um lamentável derrame de sangue”, declarou o diretor do SINGEPERON (Sindicato dos Agentes Penitenciários), Ronaldo Rocha, na noite de sábado (13).

VEJA O SUPOSTO VÍDEO DA EXECUÇÃO - IMAGENS FORTÍSSIMAS, CENAS DE HORROR 

Matéria: newsrondonia\\pimentanews
Fotos: newsrondonia\\pimentanews

capa

Veja também

Publicidades