Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Cacoal

Em Cacoal, taxista é assassinado em frente de supermercado e PM prende suspeitos com arma de fogo

Publicado em - 30/05/2017 - 10:44:24
744

Cleomir Geraldo Sartorio, mais conhecido como “Ganço”, de 45 anos de idade, foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (29), na frente de um supermercado, no município de Cacoal. Os assassinos chegaram em uma caminhonete S-10 e foram presos logo após com a arma usada no crime e uma boa quantia em dinheiro.

Segundo testemunhas, a vítima estava indo para seu veículo quando foi surpreendida por três indivíduos. Um deles, sacou um revólver e desferiu vários tiros em direção do taxista, atingindo-o fatalmente. Os assassinos embarcaram em uma caminhonete S-10 e fugiram do local.

Prontamente, as Guarnições de Rádio Patrulha e o Serviço Reservado da PM, começaram a patrulhar a cidade em busca dos criminosos, se deparando com o veículo suspeito.

Durante a abordagem, os PM’s acabaram encontrando um revólver calibre 38, uma grande quantia em dinheiro e alguns aparelhos celular. Os suspeitos foram identificados como Elizeu de Oliveira Teixeira, de 44 anos e Obadias Zacarias dos Santos, de 27 anos de idade.

Obadias confessou ter matado o taxista e admitiu ser o dono da arma. Segundo ele, vendeu um carro para o taxista e ele estava negando pagar a dívida. Os outros dois suspeitos foram conduzidos para a delegacia pela participação direta no crime.

A versão contada pelo Obadias não convenceu os policiais, que trabalha na hipótese de acertos de conta, pois, de acordo com a PM, Cleomir Sartorio residia em Ministro Andreazza/RO e estava sendo investigado por um outro homicídio, ocorrido no ano passado, onde a vítima também era taxista da mesma cidade.

Matéria: comando190
Fotos: comando190

capa

Veja também

Publicidades