Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Nova Londrina

Motociclista que participava da Cavalgada se assusta ao ver viatura da PM parada e se envolve em grave acidente

Publicado em - 20/05/2013 - 11:12:54
446

 Logo após o acidente que envolveu dois veículos na RO 135, na saída do Distrito de Nova Londrina, uma guarnição da PM chegou no local e começou os trabalhos de praxe. Neste momento, dois homens que trafegavam em uma motocicleta Honda CB 500, de placa ILP-7408, registrado no Estado de Mato Grosso, em alta velocidade pela RO 135 - Sentido Ji-Paraná, se assustaram com a viatura policial e fizeram um rápido  contorno, no intuito de voltar ao Distrito. Neste momento, uma caminhonete S-10 seguia no sentido Ji-Paraná e acabou batendo na moto.

 

Devido ao forte impacto, o carona, identificado como Isac Silva Almeida, de 19 anos, sofreu fratura exposta em uma das pernas e foi socorrido ao HM. O piloto, identificado como Reginaldo Valeriano do Nascimento, de 31 anos, sofreu apenas algumas escoriações pelo corpo.

 

Segundo testemunhas, o piloto da motocicleta, Reginaldo Valeriano, inalava forte odores de bebida alcoólica e estava visivelmente embriagado. Ele já foi preso por "Porte Ilegal de Arma de Fogo" e por "Furto". Clique nos títulos abaixo e relembre os casos:

 

Notícia publicada em 11/07/2012 - 01:02:07 - Após denúncia anônima, PM prende homem armado em posto de gasolina

 


Notícia publicada em 22/10/2012 - 02:09:55 - PM prende suposto arrombador de carros, em Ji-Paraná

 

 

FALTA DE RESPEITO


Enquanto a Polícia realizava os trabalhos de praxe, vários amigos e familiares, muitos, visivelmente embriagados, começaram a chegar e atrapalhar o trabalho da PM, chegando a ponto de proferir palavras de "baixo calão" contra as equipes de reportagens que estavam no local. Uma criança, aparentando ter 10 anos de idade, estava tão alterada que atrapalhou, por várias vezes, os trabalhos do Corpo de Bombeiro.

 

Várias famílias que participaram da 3ª Cavalgada reclamaram muito da falta de organização do evento e a liberação total de vendas de bebidas alcoólicas para motoristas, sem nenhum tipo de fiscalização, como aconteceu na Cavalgada da Expojipa, em Ji-Paraná. "Não tinha nenhuma fiscalização. Isto aqui foi um verdadeiro inferno. Nunca mais trago minha família para uma coisa desta", comentou um empresário que preferiu não se identificar.

Matéria: comando190.com.br/FLS
Fotos: comando190.com.br/FLS

capa imagem 1 imagem 2 imagem 3 imagem 4 imagem 5 imagem 6 imagem 7 imagem 8 imagem 9 imagem 10 imagem 11

Veja também

Publicidades